Resultado operacional

Aumento do tráfego, avaliação positiva de clientes e qualificação do serviço foram combinados a investimentos na gestão de impacto socioambiental

A excelência na gestão é o que move o Grupo EcoRodovias, que se mune para essa finalidade de métodos, técnicas e ferramentas focadas na eficiência dos processos internos e na oferta de condições de segurança, bem-estar e conforto para motoristas e clientes de serviços logísticos. Por outro lado, a preocupação com a gestão de impactos socioambientais se reflete em investimentos e políticas que beneficiam a comunidade, os parceiros de negócios e o meio ambiente.

Na gestão operacional, a Companhia monitora indicadores, com metas relacionadas a aspectos como a redução do índice de acidentes, a pontualidade das entregas logísticas e a agilidade no atendimento a ocorrências em rodovias. Em 2014, houve resultados positivos em aspectos como movimentação nas concessionárias e satisfação de clientes.

Para garantir condições ideais para colaboradores e clientes, todas as empresas do segmento rodoviário contam com Comitês de Segurança Viária, formados por equipes de áreas como Operação e Engenharia. Os trabalhos são executados em parceria com a Polícia Rodoviária e também envolvem campanhas de prevenção de acidentes.

No eixo socioambiental, destacam-se a redução permanente de emissões de gases de efeito estufa e programas corporativos como o Ecoviver, que disseminam temas de sustentabilidade em escolas de mais de 20 municípios da área de influência.

Desempenho da operação

Sob influência de grandes eventos, como a Copa do Mundo, organizada em junho, o ano de 2014 registrou grande oscilação na movimentação de estradas. No segundo trimestre, houve um impacto negativo no tráfego de veículos de carga e passeio nas principais concessões do Grupo, como o Sistema Anchieta-Imigrantes (Ecovias) e a Ecocataratas.

Mesmo assim, o ano fechou com um aumento de 20,1% no tráfego consolidado. Destacam-se o desempenho relacionado aos veículos de passeio, que contribuíram fortemente para a alta em unidades como Ecosul e Ecovia Caminho do Mar, e principalmente o início da contagem e cobrança de tarifa de pedágio nas sete novas praças da ECO101, em maio de 2014.

O indicador de tráfego é calculado com base no volume de veículos equivalentes pagantes que passam pelas praças de pedágio. Sem considerar a ECO101, o crescimento de tráfego consolidado seria de 4%.

No total, foram cerca de 264,2 milhões de veículos pagantes nas estradas administradas pela EcoRodovias, acima dos 220 milhões registrados em 2013. Durante o ano, repetiu-se a tendência de equilíbrio entre veículos de carga e passeio nas concessões, porém com ligeira vantagem do primeiro segmento. Destacou-se, na ECO101, a predominância de veículos de carga e, na Ecopistas, de veículos de passeio.

VALOR DOS PEDÁGIOS
tarifa média (em R$/veículos equivalentes pagantes)

2014

2013

variação

Comercial

 

 

 

Ecovias dos Imigrantes

13,46

13,40

0,4%

Ecopistas

2,66

2,58

3,1%

Ecovia Caminho do Mar

13,86

13,03

6,4%

Ecocataratas

9,28

8,52

8,9%

Ecosul – Rodovias do Sul

6,46

7,10

-9,0%

ECO101*

3,15

                   –

N.M

TARIFA MÉDIA CONSOLIDADA

7,15

7,67

-6,8%

TARIFA MÉDIA CONSOLIDADA (EXCLUINDO A ECO101)

7,76

7,68

1,0%

Nota: o cálculo da tarifa média consolidada é realizado por meio da média ponderada das tarifas médias de cada concessionária.
*Início de cobrança de pedágio em 18/05/2014.

VOLUME DE TRÁFEGO
(veículos equivalentes pagantes x mil)

2014

2013

variação

Comercial

 

 

 

Ecovias dos Imigrantes

29.269

29.059

0,7%

Ecopistas

32.128

30.975

3,7%

Ecovia Caminho do Mar

11.171

11.473

-2,6%

Ecocataratas

17.800

17.230

3,3%

Ecosul Rodovias do Sul

20.924

19.973

4,8%

ECO101*

25.296

               –

N.M

Total

136.588

108.710

25,6%

Passeio

 

 

 

Ecovias dos Imigrantes

34.719

32.873

5,6%

Ecopistas

59.815

57.038

4,9%

Ecovia Caminho do Mar

4.943

4.496

9,9%

Ecocataratas

10.777

10.481

2,8%

Ecosul Rodovias do Sul

7.256

6.455

12,4%

ECO101*

10.102

               –

n.m

Total

127.612

111.343

14,6%

Comercial + Passeio

 

 

 

Ecovias dos Imigrantes

63.988

61.932

3,3%

Ecopistas

91.943

88.013

4,5%

Ecovia Caminho do Mar

16.114

15.969

0,9%

Ecocataratas

28.577

27.711

3,1%

Ecosul Rodovias do Sul

28.180

26.428

6,6%

ECO101*

35.398

               –

n.m

VOLUME DE TRÁFEGO CONSOLIDADO

264.200

220.053

20,1%

*Início de cobrança de pedágio em 18/05/2014.
Nota: veículo equivalente pagante é uma unidade básica de referência em estatísticas de cobrança de pedágio no mercado brasileiro. Veículos leves, tais como carros de passeio, correspondem a uma unidade de veículo equivalente. Veículos pesados, como caminhões e ônibus, são convertidos em veículos equivalentes por um multiplicador aplicado sobre o número de eixos do veículo, conforme estabelecido nos termos de cada contrato de concessão.

6,8%
foi a redução na tarifa média consolidada, sob influência, em especial, do início da cobrança de pedágio da ECO101, com tarifa mais baixa. Sem considerar esta concessão, houve crescimento de 1%

 

Atendimentos no ano

Atendimentos
guincho

Atendimentos
pré-hospitalares

Atendimentos de
inspeções de tráfego

Comercial

 

 

 

Ecosul

15.713

3.071

17.858

Ecovia

19.400

2.699

4.903

Ecocataratas

41.157

3.417

77.981

Ecovias

41.406

9.441

159.418

Ecopistas

26.840

2.738

43.192

ECO101

44.619

13.898

101.165

Ecoporto Santos

Assim como no ano anterior, o Ecoporto Santos apresentou redução em suas unidades em 2014, com 21,5% de queda na movimentação de contêineres na operação de cais. O resultado é influenciado pelo aumento da concorrência e pela desaceleração da economia, que impactou alguns fluxos de importação e exportação.

O market share das operações de cais alcançou 9,9%, 3,7 pontos percentuais abaixo de 2013, sob influência da operação de novos terminais de contêineres que estão em operação no Porto de Santos. Nas atividades de armazenagem, houve redução de 4% na movimentação de contêineres.

MOVIMENTAÇÃO (em contêineres)

2014

2013

variação

ecoporto santos

 

 

 

Operação de cais

232.705

296.460

-21,5%

Operação de armazenagem

79.586

82.901

-4,0%

TARIFA MÉDIA (em R$ por contêineres)

2014

2013

Variação

Ecoporto santos

 

 

 

 

Operação de cais

 

596

 

675

 

-11,7%

Operação de armazenagem

4.608

5.118

-10,0%

A voz do usuário GRI G4-PR5

Desde 2002, a EcoRodovias aplica a Pesquisa de Satisfação do Usuário, a fim de avaliar a percepção de quem utiliza as rodovias sob concessão e, assim, planejar melhorias e aprimorar a prestação de serviço.

Na Ecovias dos Imigrantes e na Ecopistas, o levantamento é feito semestralmente; na Ecovia, na Ecosul e na Ecocataratas, anualmente. As empresas trabalham com metas distintas para os índices de satisfação, que variam entre 75% e 90% nas avaliações positivas, de acordo com as características locais.

Cada unidade de negócio trabalha seus indicadores de sinalização e segurança, controle de tráfego, visibilidade, pavimentação, atendimento, fiscalização e serviços de pedágio, entre outros, solicitando a avaliação de motoristas de veículos leves e pesados (exceto em feriados). Em 2014, os resultados apontam aumento geral da satisfação, especialmente na Ecovias e na Ecopistas (veja quadro).

Concessionária

Participantes

Avaliação
positiva

Avaliação
regular

Avaliação
negativa

2012

Ecovias

1.800

87,3%

11,4%

1,25%

Ecopistas

800

90,8%

8,7%

0,45%

Ecovia

971

93%

6%

1%

Ecocataratas

422

80%

17%

3%

Ecosul

900

77,5%

14,5%

8%

2013

Ecovias

1.880

80,5%

11,5%

2%

Ecopistas

1.000

90,3%

8,8%

0,9%

Ecovia

910

87%

11%

1%

Ecocataratas

1.027

84%

12%

4%

Ecosul

900

69,4%

18%

12,6%

2014

Ecovias

900

90%

9,1%

1%

Ecopistas

900

93,45%

6,45%

0,2%

Ecovia

905

84%

13,7%

1,8%

Ecocataratas

900

80,1%

14,9%

5%

Ecosul

Não aplicou pesquisa durante o ano.

ECO101

Início das obras/operações.

Relacionamento com o usuário – 2014

Elogios

Reclamações

 

Volume

Tipo de elogio

 

Volume

Tipo de reclamação

Ecovias

41

Atendimento dos
colaboradores de tráfego

Ecovias

181

Pista AVI

Ecopistas

587

Atendimento dos
colaboradores SAU

Ecopistas

348

Pista AVI

Ecovia

60

Atendimento dos
colaboradores SAU

Ecovia

394

Objeto na pista

Ecocataratas

6

Atendimento dos
colaboradores
de guincho

Ecocataratas

247

Objeto na pista

Ecosul

108

Atendimento dos
colaboradores
da operação

Ecosul

1.071

Objeto na pista

As unidades de negócio investem permanentemente em projetos para melhorar a estrutura das vias e adotam as práticas mais modernas e eficientes no que diz respeito à qualidade e à segurança.

Foco na segurança GRI G4-14, G4-PR1, G4-PR2

As rodovias administradas pela EcoRodovias têm como regras imprescindíveis a conservação delas e a manutenção das boas condições de uso. Para o Grupo, são questões irrevogáveis, previstas nos contratos de concessão e intimamente relacionadas à gestão de riscos do negócio.

As unidades de negócio investem permanentemente em projetos para melhorar a estrutura das vias e adotam as práticas mais modernas e eficientes no que diz respeito à qualidade e à segurança – incluindo os requisitos da certificação OHSAS 18001 –, sobre saúde e segurança no trabalho.

Entre os aspectos considerados na avaliação de impactos na segurança dos usuários estão obras de manutenção, práticas de conservação de sinalização e áreas verdes, procedimentos de atendimento mecânico e pré-hospitalar e inspeções de tráfego.

Em 2014, não houve casos de não conformidade com regulamentos e códigos voluntários ligados aos impactos causados pelo serviço da EcoRodovias sobre a saúde e segurança dos clientes. Confira alguns destaques das concessionárias:

  • tecnologia inovadora de pavimentação como asfaltos com adição de pó de borracha de pneus em desuso e de polímeros;
  • soluções de ponta em segurança, a exemplo das barreiras e dos elementos atenuadores de impacto;
  • melhorias no traçado, que incluem limpeza, pintura e paisagismo das estradas;
  • indicadores do processo de segurança e fluidez, que medem mensalmente índices de acidentes, feridos e mortes, que se tornam essenciais para ações de melhoria contínua.

Outras práticas de segurança são adotadas pelas concessionárias e voltadas para os usuários e colaboradores que realizam serviços ao longo das vias:

  • execução de operação tapa-buraco em todas as vias; planos de revestimento asfáltico; melhorias de estrutura e do paisagismo na rodovia;
  • aplicação de adesivos refletivos em bicicletas de moradores e colaboradores de empresas parceiras, a fim de aumentar a visibilidade do motorista. A concessionária desenvolve campanhas de segurança no trânsito, em parceria com os órgãos municipais de trânsito e o policiamento rodoviário estadual e federal.
  • treinamento de direção defensiva, sinalização viária e simulados de acidentes, além do desenvolvimento do Programa de Prevenção e Redução de Acidentes (PRA), com o objetivo de reduzir o número de ocorrências nas estradas;
  • treinamentos de combate a incêndio e campanhas de segurança no trânsito.

Investimentos

GRI G4-EC7

A EcoRodovias faz investimentos voluntários e contratuais para atender às demandas de usuários e de órgãos públicos, prefeituras e entidades, além de melhorar as condições de limpeza e paisagismo ao longo do percurso das rodovias.

Os investimentos relacionados a infraestrutura do ano incluem readequações de passagens de pedestres e implantação de novos trevos, túneis e demais estruturas. Os projetos têm o propósito de trazer impactos positivos não só no trânsito – com maior fluidez e segurança de tráfego – e na eficiência da operação, mas também na circulação de pedestres e ciclistas nos arredores das rodovias.

Entre os destaques estão a implantação de viaduto na região da BR-277, acesso a Morretes (PR), no total de R$ 13 milhões (Ecovia); obras de recuperação e manutenção de pavimento na Ecosul, somando R$ 29,6 milhões, e na Ecocataratas, no total de R$ 30,9 milhões; e a adequação do trevo de Cubatão (R$ 147,4 milhões) e a implantação de terceira faixa na SP-055 (R$ 102,1 milhões), na Ecovias dos Imigrantes. Na ECO101, destaque para a recuperação da rodovia em todos os 477,8 km de extensão (R$ 78,9 milhões) e para a implantação das praças de pedágio, que contemplaram investimentos de R$ 88,6 milhões.

4,3%
foi a redução total no volume de acidentes com óbitos nas estradas administradas pela EcoRodovias em 2014

Reconhecimentos

Durante o ano, como reflexo de seus investimentos, práticas de gestão e entregas para a comunidade, a Companhia recebeu alguns prêmios e figurou em rankings que atestam seu compromisso com a responsabilidade empresarial. Confira alguns destaques:

  • Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa: Grupo EcoRodovias incluído pelo quarto ano consecutivo
  • Guia Exame de Sustentabilidade – revista Exame: eleita pela terceira vez como empresa-modelo
  • Prêmio Top de Sustentabilidade – ADVB
  • Prêmio Época negócios 360º – revista Época: empresa eleita líder em governança corporativa
  • Maiores e melhores empresas do Brasil – revista Exame