Atenta às oportunidades

Como a gestão de riscos acompanha os temas críticos e impulsiona a Natura a inovar

Quando revisitou a sua visão de futuro, a Natura identificou a oportunidade de evoluir significativamente o modelo de venda direta e expandir seu poder de alcance e transformação a partir das ferramentas digitais – era o início de um trabalho que originaria a Rede Natura (leia mais aqui).

Esse é um exemplo de como a gestão de riscos se conecta a novas oportunidades e impulsiona toda a Natura a inovar. O modelo de negócios faz parte da matriz de riscos da companhia, que também monitora, periodicamente, temas como capacidade da empresa de gerar inovação, integração de novas parcerias, questões tributárias e de qualidade do produto e temas socioambientais, como biodiversidade.

Integrada ao ciclo do planejamento estratégico, a gestão de riscos da Natura considera os aspectos econômicos, sociais e ambientais, dentro de dois principais grupos: os estratégicos, aqueles capazes de afetar a ambição de negócio e a continuidade da empresa; e os operacionais, que avaliam os processos internos.

Todo o processo se mantém conectado a planos de ação para mitigação de riscos e é acompanhado pelo Comex (Comitê Executivo). O Conselho de Administração, por meio de seus comitês, também acompanha a evolução dos riscos estratégicos da empresa.